As vagas nas cidades distantes e sem infraestrutura serão preenchidas?

Existem milhares de médicos interessados nas vagas que sobram dos cubanos. Isso ninguém tem dúvidas.
O problema é: será que as cidades distantes e sem a mínima infraestrutura serão escolhidas para esses médicos residirem?
Creio que sim. Na segunda etapa do edital quando o MS vai fazer nova seleção para os médicos brasileiros formados no exterior, algumas vagas serão preenchidas.
Enquanto isso, a população de muitas cidades ficam SEM MÉDICOS.
E os desertores? esses são em pequeno número. Por um motivo simples: a ditadura cubana tem seus familiares para fazer represálias.
Tudo isso poderia ser evitado se o eleito presidente não fosse pisar em mina explosiva antes de sua posse.
Espero que a lição seja aprendida. Presidente não pode ficar nas Redes Sociais escrevendo provocações contra países e escrevendo bravatas, ameaças e bobagens.
Que ela fizessem o rompimento do contrato com os cubanos, mas após ter em reserva os médicos substitutos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.