Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Bahia – Jornalistas agredidos por seguranças e fanáticos seguidores de Bolsonaro

JORNALISTAS AGREDIDOS POR SEGURANÇAS DE BOLSONARO. E O PROCURDOR DA REPÚBLICA SE MANTÉM INERTE E EM SILÊNCIO.
OS APOIADORES FANÁTICOS SÃO INSUFLADOS PELO PRÓPRIO PRESIDENTE.

Jornalistas da TV Bahia, afiliada da emissora do estado, relatam terem sido agredidos durante comitiva do presidente da República neste domingo. Um apoiador tentou arrancar o equipamento da repórter Camila Marinho, que também afirmou ter recebido um mata-leão. O governador da Bahia, Rui Costa (PT), afirmou que o episódio “merece repúdio”. Jornalistas prestam solidariedade à equipe. Repórteres da TV Aratu também foram agredidos.

Segundo informações da GloboNews, os seguranças de Bolsonaro agiram para impedir que jornalistas se aproximassem para entrevistar o presidente. Um dos agentes chegou a ser filmado ameaçando “enfiar a mão na cara” da equipe da imprensa quando um microfone esbarrou em suas costas, alegando que estariam “batendo” nele com o instrumento…

Um apoiador do presidente ainda puxou os microfones, rasgando a espuma do aparelho da TV Bahia. …
Os jornalistas da TV Aratu Xico Lopes e Dário Cerqueira também teriam sofrido agressões.

Rui Costa (PT), governador da Bahia, lamentou a agressão contra os jornalistas no Twitter: “Minha solidariedade à equipe de reportagem da Rede Globo, que foi agredida e impedida de realizar a cobertura jornalística durante carreata com o presidente em Itamaraju, na Bahia. A liberdade de imprensa é pilar fundamental da democracia e qualquer ataque ao jornalismo merece repúdio. O momento é de trabalho e solidariedade no Extremo Sul. Repudio violência contra a imprensa e oportunismo num momento de dor diante de uma tragédia. Vamos trabalhar”.

Somente após o tumulto a assessoria de imprensa da Presidência chamou os repórteres dos dois veículos para a sala de comando da operação, dentro de uma escola do local. Um dos integrantes da segurança teria se desculpado…

Informações da Rede Globo.