Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Um estudo realizado por dois químicos da Universidade de Copenhague, na Dinamarca, concluiu que a prática de manter água em garrafas ou jarras plásticas por apenas um dia pode ocasionar a infiltração de centenas de produtos químicos no líquido. As descobertas, publicadas no periódico “Journal of Hazardous Materials”

Em comunicado oficial, Jan Christensen, um dos autores do estudo, declarou: “Nós nos preocupamos muito com os níveis de pesticidas em nossa água potável; mas quando colocamos água em um recipiente para beber, nós mesmos adicionamos centenas ou milhares de substâncias a ela. Embora ainda não possamos dizer se as substâncias das garrafas ​​afetam nossa saúde, usarei uma garrafa de vidro ou aço inoxidável de qualidade no futuro.”

Foram detectadas mais de 400 substâncias diferentes do plástico da garrafa.

Apesar de o estudo não ter informado se as substâncias encontradas são realmente nocivas à saúde, acredita-se que algumas delas tenham efeitos potencialmente prejudiciais, incluindo carcinógenos ou desreguladores endócrinos que interferem no sistema hormonal.

As garrafas plásticas lavada em lava- loucas, também libera substâncias nocivas. Mais saudável é usar garrfa de vidro para beber água.
Não devemos beber água com garrafas pet.

A substância química chamada de Bisfenol, que solta da garrafa plástica  para a água,  causa pode induzir a diversos distúrbios como ginecomastia, ( aumento dos seios nos homens e impotência sexual),  transtorno do déficit de atenção e hiperatividade, infertilidade, síndrome do ovário policístico, diabetes, obesidade, puberdade precoce e neoplasias. ( câncer).

Isso não é uma crendice, não é uma hipótese, é uma certeza comprovada científicamente. O bisfenol está presente em enlatados, no copo plástico para beber cafezinho ( a quentura do café derrete as substâncias químicas do plástico) e nos cheiros de plásticos, e algumas substâncias que são inaladas ( detergentes, pesticidas, perfumes).

Pesquise sobre o assunto.

Fontes: Neuza Miranda (UFBA),  Médico Carlos Schilischka, médico Lair Ribeiro,  entre outros.

Jorge Roriz