BNDES - Presidente do Conselho de Administração é sócio de consultoria que venceu licitações

BNDES - Presidente do Conselho de Administração é sócio de consultoria que venceu licitações

o BNDES fez três contrato de consultoria no valor de R$ 9,7 milhões com um consorcio em que faz parte a empresa G5 Partners Consultoria e Participações para fazer a modelagem de privatizações ou venda de participação em estatais que o governo Jair Bolsonaro planeja realizar.
O Empresário Marcelo Serfaty é presidente do Conselho de Administração do BNDES. E ele foi sócio da empresa G5 Partners, até 31/10/2019 que faz parte do Consórcio vencedor.Marcelo assumiu a vaga no banco no dia 20/11 em menos de um mês, apos sair da sociedade.

“O empresário continua vinculado com a G5 Partners. Eles são sócios na G5 Gestora de Recursos, da qual Serfaty detém 49,5% do negócio e segue como membro de comitê de investimentos. A G5 Partners tem 49% do negócio. O administrador é Renato Klarnet, representante legal da G5 Partners, na qualidade de sócio.”, diz o Estadão.

“A Lei das Estatais é clara ao dizer que não pode ser indicado como membro do conselho de uma estatal pessoa que possa ter qualquer forma de conflito de interesses com a própria empresa da qual é dono”, afirmou a Professora de Direito Administrativo da FGV-SP, Vera Monteiro.

Ainda segundo o Estadão, especialistas ouvidos disseram que a relação do presidente do Conselho de Administração do BNDES com uma empresa contratada pelo banco indica conflito de interesses, previsto na Lei das Estatais, de junho de 2016, e no Código de Ética do BNDES.