Bolívia rejeita o 4º mandato de Evo Morales

MAIS UMA DERROTA DO FORO DE SÃO PAULO NA AMÉRICA LATINA.

A Bolívia rejeitou a reforma constitucional que daria a possibilidade do quarto mandato (2020-2025) – do “companeheiro” de Lula, fabricante e exportador de drogas e comunista ditador, Evo Morales. Segundo a contagem oficial do Organismo Eleitoral Plurinacional (OEP) boliviano, com quase 100% das urnas apuradas. De acordo com o último boletim oficial, após a apuração de 99,72% dos votos, o “não” venceu com 51,30%, contra 48,70% para o “sim”.

Leave a Reply