Bolsonaro anuncia demissão de Regina Duarte

“Regina Duarte relatou que sente falta de sua família, mas para que ela possa continuar contribuindo com o Governo e a Cultura Brasileira assumirá, em alguns dias, a Cinemateca em SP. Nos próximos dias, durante a transição, será mostrado o trabalho já realizado nos últimos 60 dias”, escreveu, o presidente Jair Bolsonaro no Twitter

Para o posto, está cotado o ator Mário Frias, que recebeu elogios do presidente da República e seus apoiadores.

Durante sua gestão na pasta, Regina foi duramente criticada por colegas por, entre outras coisas, não anunciar nada para a classe durante a pandemia do novo coronavírus.

 

A atriz Regina Duarte vai assumir a Cinemateca, em São Paulo, já nos próximos dias, conforme anunciou ao lado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), na manhã desta quarta-feira (20), pouco após deixar a Secretaria de Cultura do governo. Em um vídeo na frente do Palácio da Alvorada, Regina diz que foi ao local descobrir se estava sendo “fritada” pelo presidente, como teria visto pela imprensa.

“Acabo de ganhar um presente que é um sonho para qualquer pessoa de comunicação, de audiovisual, de cinema, de teatro… um convite para fazer cinemateca, que é um braço da cultura que funciona lá em São Paulo e é um museu que funciona toda filmografia brasileira. Ficar ali secretariando o governo, dentro da cultura, na cinemateca… Pode ter presente melhor do que esse?”, comemora.