Bolsonaro critica governadores e prefeitos e diz que cloroquina no inicio cura 100%

Bolsonaro critica governadores e prefeitos e diz que cloroquina no inicio cura 100%

Após o resultado do exame, Bolsonaro manteve as críticas contra as  medidas tomadas por governadores e prefeitos para tentar conter a disseminação do coronavírus, fazendo o isolamento. Ele falou da decisão do STF que confirmou a autonomia dos prefeitos e governadores para abrir ou fechar estabelecimentos e disse que ele se tornou um mero, enviador de dinheiro para os estados e municípios, se eximindo de responsabilidades com as mortes.

“Eu fui muito criticado pela minha posição no passado. O objetivo final do isolamento social não é dizer que você não vai contrair o vírus, é fazer com que esse vírus fosse diluído ao longo do tempo para evitar que houvesse um acúmulo em hospitais por falta de leitos de UTIs ou respiradores”, disse o presidente. Bolsonaro sempre deu mal exemplo a população, fazendo aglomerações, não usando máscaras e minimizando os efeitos do vírus.

“Todo mundo sabia que mais cedo ou mais tarde ia atingir uma parte considerável da população. Eu, por exemplo, se não tivesse feito o exame não saberia do resultado, e ele acabou de dar positivo”, afirmou.

A hidroxicloroquina, na fase inicial, a chance de sucesso é 100%”,
Segundo ele, o fato de não estar sofrendo com os sintomas mais graves da doença se deve ao uso precoce do

“Como tudo isso aconteceu. Começou domingo com uma certa indisposição e se agravou durante o dia de segunda-feira com mal-estar, cansaço, um pouco de dor muscular e a febre no final da tarde chegou a bater 38 graus (Celsius). Daí, com o médico da Presidência e com os sintomas apontando para a covid-19, fomos fazer uma tomografia no Hospital das Forças Armadas, aqui em Brasília, e os pulmões estavam limpos. Não tinha nado de opaco, mas diante dos sintomas a equipe médica resolveu fazer o teste”,