Bolsonaro culpa índios e caboclos pelo desmatamento

Bolsonaro culpa índios e caboclos pelo desmatamento
Os incêndios acontecem praticamente, nos mesmos lugares, no entorno leste da Floresta, onde o caboclo e o índio queimam seus roçados em busca de sua sobrevivência, em áreas já desmatadas”
Afirmou Bolsonaro.
Um estudo divulgado no mês passado pelo Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM) contraria a fala do presidente sobre a Amazônia. A análise técnica de dados de satélites do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e da agência espacial norte-americana (Nasa) indicou que 34% dos focos de calor registrados em 2019 eram de fogo em áreas recém-desmatadas. Outros 36% foram identificados com o objetivo de manejo agropecuário, e 30% correspondiam a incêndios em áreas florestais.
Na divulgação da nota técnica, a diretora de Ciência do IPAM, Ane Alencar, comentou: “Somando os incêndios florestais e o fogo de desmatamento, podemos ver claramente o risco que as florestas sofrem atualmente. Não é fogo de capim que cria aquelas nuvens de fumaça que intoxicam a Amazônia e viajam até o Sudeste, é árvore queimando, derrubada ou em pé”.
O mesmo estudo também indica que o percentual de focos de calor em terras indígenas (11%) é bem menor do que o registrado em imóveis rurais (60%).
Fonte: Estadão