Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Bolsonaro derrete nas pesquisas e atinge seu menor número de aceitação

Na semana passada, Bolsonaro alcançou seu menor índice de aprovação desde o início de seu mandato: 24%, de acordo com o Datafolha. Essa queda é devido ao medo da população de ficar doente e morrer e as ações e indiferenças de Bolsonaro diante das mortes e da falta de boa vontade em combater a pandemia, fazendo aglomerações, estimulando o não uso de máscaras e fazendo ofensas a China, país em que dependemos dos insumos para acelerar a vacinação.
Quanto mais as pessoas perderem amigos e parentes de Covid, maior será a queda.
Bolsonaro não terá coragem e atitude para mudar sua postura negacionista

A CPI da  Covid é outro obstáculo para o governo. A população assiste os debates e depoimentos que coloca o governo como responsável pelaas mortes por ações e omissões que aumentaram o número de mortes.

A cada artista, parente, amigo, morto, a população tende a associar a ações e omissões de Bolsonaro com sua péssima gestão no combate ao vírus.

o presidente Jair Bolsonaro tem uma das mais baixas taxas de aprovação, entre os 12 líderes cujos índices de popularidades foram analisados pelo GLOBO. Sua aprovação só é maior do que a do presidente do Chile, Sebastián Piñera.