Bolsonaro desiste de indicar Ramagem para o STF e não vai recorrer da decisão de Alexandre de Moraes

O advogado-geral da União, José Levi, não vai recorrer ao plenário do Supremo para derrubar a decisão de Alexandre de Moraes que impediu a nomeação de Alexandre Ramagem para o comando da Polícia Federal, informou a assessoria do órgão.

A ideia é não criar uma tensão com o Judiciário e está ligada ao decreto assinado há pouco pelo próprio Jair Bolsonaro que tornou sem efeito a nomeação de Ramagem.

Informações do Antagonista