Bolsonaro diz que teve fraude nos EUA e coloca em dúvidas o resultado das eleições do Brasil

Bolsonaro diz que teve fraude nos  EUA e coloca em dúvidas o  resultado das eleições do Brasil

Após votar no Rio, Jair Bolsonaro disse que não existe a “dita segunda onda” de Covid-19 e alertou para as consequências de novas quarentenas.

“Eu falei que era uma curva e todo mundo ia acabar pegando algum dia, ou quase todo mundo. Quem está pegando agora, na dita segunda onda – não é segunda onda não – é quem estava em casa. Agora, se fechar tudo novamente, não sei como nós podemos reagir”, disse.

Jair Bolsonaro afirmou neste domingo que vai aguardar “um pouco mais” antes de reconhecer o vencedor da eleição presidencial americana.

“Confiaram em um método onde o povo estava sempre com um objetivo. É um dos países que é ‘mãe da democracia’. Agora, a imprensa não divulga, mas eu tenho minhas fontes de informações, não adianta falar para vocês, não vou divulgar. Mas realmente teve muita fraude lá, isso ninguém discute”, disse depois de votar no Rio de Janeiro.

“Em 2018, fui eleito porque tive muito, mas muito voto. Tinha reclamações que o cara ia votar no 17 e não conseguia, mas votava no 13”, disse Bolsonaro. Em março ele afirmou ter provas de fraudes nas eleições. Jamais apresentou as provas.

 

“A China precisa muito mais de nós”, diz Bolsonaro.

 

“Você tem que ter uma forma mais confiável para votar e a apuração tem que ser pública; não pode ter meia dúzia de pessoas para contar os votos do Brasil todo; isso está errado” , disse ele ao se referir a chamada sala cofre do TSE, onde poucas pessoas tem acesso a consolidação dos votos.

. Em março, o presidente disse que apresentaria em breve provas de irregularidades das eleições de dois anos atrás, mas até hoje não fez isso.

“Tem que ter voto impresso e ninguém bota a mão do papel… qualquer delegado ou presidente de partido poderia pedir a recontagem daquela área e aí você ter a comprovação do voto eletrônico com o voto no papel”, defendeu.

“É pedir muito fazer isso? Quem não quer entender isso não sei o que pensa sobre democracia”, acrescentou.

“Queremos confirmar o digital com o papel e muitos podem isso e o boletim de urna o TSE tem obrigação de entregar, isso em nome da transparência por que temos que buscar uma maneira de tirar da cabeça do povo a dúvida de possíveis fraudes nas eleições”, finalizou.

“Teve muita fraude lá. Teve fraude, isso ninguém discute. Se ela foi suficiente pra definir um ou outro (como vencedor) eu não sei. Eu estou aguardando um pouco mais para que seja decidido pelos estados, ou pela justiça eleitoral deles, ou quem sabe até pela Suprema Corte”, declarou Bolsonaro.

“Eu tenho fontes que podem me confirmar que o Trump ganhou a eleição”

“Agora, a imprensa não divulga, mas eu tenho minhas fontes de informações, não adianta falar para vocês, não vou divulgar. Mas realmente teve muita fraude lá, isso ninguém discute!”

FONTES DO BOZO: ALAN DOS PANOS, TRUMP, OLAVO DE CARVALHO,  EUSTÁQUIOFONTES DO BOZO: ALAN DOS PANOS, TRUMP, OLAVO DE CARVALHO,  EUSTÁQUIO, ZAMBELLI.