Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Bolsonaro é mentiroso

Bolsonaro Pinóquio
Ao contrário do que disse Bolsonaro, reportagem da Exame não relaciona vacina da Covid-19 à Aids, dizem AFP e Estadão
Diferentemente do que foi dito pelo presidente Jair Bolsonaro em uma de suas lives semanais em outubro do ano passado, a reportagem da revista Exame de outubro de 2020 não trouxe nenhuma informação conclusiva sobre qualquer associação entre a vacina contra a Covid-19 e a Aids.
Os supostos estudos britânicos mencionados pelo presidente, já desmentidos por autoridades de saúde do Reino Unido à AFP, não foram abordados na Exame. A reportagem apenas citou uma carta publicada por pesquisadores, na revista científica The Lancet, demonstrando preocupação com dados que “nunca foram confirmados”, conforme explicou à AFP o imunologista Rafael Larocca, pós-doutor pelo Centro de Virologia e Vacinas de Harvard. O Comitê de HIV/Aids da Sociedade Brasileira de Infectologia também reforçou que não se conhece nenhuma relação entre qualquer vacina contra a Covid-19 e a Aids. O assunto voltou à tona após a Polícia Federal informar ao STF que vai investigar as declarações do presidente sobre o assunto.
A Polícia Federal começou a investigação sobre a associação mentirosa que o presidente Jair Bolsonaro fez, em outubro de 2021, entre vacinas contra Covid e casos de Aids.