Bolsonaro é suspeito de ter falsificado certificado de vacinação

Bolsonaro Pinóquio

O ex-presidente Jair Bolsonaro  é investigado por falsificação do certificado de vacinação, segundo a Polícia Federal.

Os policiais recolheram o celular de Bolsonaro na casa em que eles mora com a ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro, em uma área nobre de Brasília. A operação foi realizada por volta das 6h da manhã. Segundo a Polícia, Bolsonaro e seus familiares teriam falsificado a própria carteira de vacinação para poderem viajar aos Estados Unidos.

Os policiais recolheram o celular de Bolsonaro na casa em que eles mora com a ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro, em uma área nobre de Brasília. O celular da esposa de Bolsonaro, não foi apreendido.

Bolsonaro também é acusado de:

Inserção de dados falsos no sistema do Ministério da Saúde.

Corrupção de menores (falsificação de documento da filha menor)

Formação de quadrilha.

A PF prendeu vários militares envolvidos na fraude, inclusive o tenente- Coronel, Mauro Cid.

O ministro do STF, Alexandre de Moraes mandou apreender armas  do ex- presidente Bolsonaro.

As investigações rcevelam a participação ativa de seu antigo ajudante de ordens, o tenente-coronel Mauro Cid. Antes de propor a mudança clandestina a Bolsonaro, Cid teria falsificado os dados de sua esposa, fazendo constar nos sistemas do Ministério da Saúde que ela recebeu duas doses da vacina Pfizer contra a covid-19.

 

JORGE RORIZ