Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Bolsonaro fará tratamento conservador – Inicialmente a cirurgia está descartada

Uma nota divulgada à noite nesta quarta-feira (14/07) pela a equipe médica informa que o presidente permaneceria em intenso “tratamento clínico conservador”, inicialmente sem a necessidade de cirurgia. O comunicado informou, ainda, que o presidente já havia feito “avaliações clínicas, laboratoriais e de imagem” na capital paulista.

“Toda situação de obstrução intestinal tem sua gravidade. Ele vai ser acompanhado de perto, sobretudo com exame clínico, que é o mais importante nessa situação”, afirmou Macedo, em entrevista à Rádio Jovem Pan. “Muitas vezes com jejum, hidratação e medicação o quadro reverte sem a necessidade de cirurgia.”

Antônio Luiz Macedo, que foi responsável por operar o presidente no fim de 2018