Bolsonaro foi denunciado a ONU por usar criança exibindo uma arma

Em uma atitude criminosa e contrariando o Estatuto da Criança e do Adolescente, o presidente Bolsonaro usou uma criança segurando uma arma para fazer propaganda de suas ideologias armamentistas . Ironizando pessoas que são contra o uso  de armas, ele disse: “Quando alguém invadir sua casa, dá tiro de feijão”, ironiza Bolsonaro

Em fevereiro deste ano, O presidente Jair Bolsonaro publicou, em edição extra do Diário Oficial da União (DOU), , quatro decretos que flexibilizam os limites para aquisição e estoque de armas e munições por pessoas autorizadas por lei. Uma das mudanças amplia de quatro para seis o número de armas que podem ser adquiridas por membros das Forças Armadas, das polícias, da magistratura e do Ministério Público. Os atos do presidente fazem parte da chamada “pauta de costumes”,

OS decretos foram derrubados, condenados pelo Congresso e pelo STF.

Neste sábado (02), ONG e entidades em defesa dos direitos humanos denunciaram Bolsonaro ao Comitê de Direitos da Criança da ONU.

A manifestação é assinada por 80 grupos diferentes, que também fizeram uma representação junto ao Conselho Tutelar de Belo Horizonte, cidade onde ocorreu o episódio, para que adote medidas de proteção frente ao fato, que, segundo defendem, viola a imagem e dignidade da criança.

Manifestações nas ruas não refletem o grau de rejeição de Bolsonaro. A REJEIÇÃO A BOLSONARO É MUITO MAIOR E É RETRATADA NAS PESQUISAS. ELE CAI A CADA DIA. OS BOLSONARISTAS NÃO TEMEM O VÍRUS. MUITOS QUE SÃO CONTRA BOLSONARO NÃO FORAM AS MANIFESTAÇÕES COM RECEIO DA CONTAMINAÇÃO.

Optimized with PageSpeed Ninja