Bolsonaro poderá colocar um médico indicado pelo Centrão como ministro da saúde

Auxiliares diretos de Jair Bolsonaro afirmaram que ele planeja nomear um  médico para ocupar o cargo de ministro da saúde.

A informação foi publicada pela coluna Radar, de Veja.

Comandado interinamente pelo general Eduardo Pazuello e centenas de militares que nada entendem de saúde, o MS é alvo de muitas críticas pela ineficiência.

Bolsonaro quer aumentar o espaço do ‘centrão’ no governo e avalia dar ao centrão a liderança do governo na Câmara e o comando do Ministério da Saúde.

O Brasil ocupa o segundo lugar no ranking mundial de confirmações (2,2 milhões) e mortes (82 mil) provocadas pela doença, perdendo apenas para os Estados Unidos (4,1 milhões de casos e 146 mil).