Bolsonaro quer falir a Globo reduzindo publicidade em 60% e aumentando das concorrentes

De acordo com dados do Tribunal de Contas da União (TCU), o presidente Jair Bolsonaro cumpriu a promessa de reduzir os investimentos publicitários com propaganda oficial na TV Globo. A redução de 2018, último ano de mandato de Michel Temer, para 2019, primeiro ano de mandato do presidente, foi de 60%.

O canal foi o que mais perdeu market share entre os que são abertos. Se em 2018 recebia 39% da verba governamental, em 2019 passou a receber somente 16%.

No mesmo período, a RecordTV passou a receber 43%, quando antes recebia 31%. O SBT saltou de 30% para 41%.