Bolsonaro se elegeu de forma ilegítima - Povo foi engando

Bolsonaro se elegeu de forma ilegítima - Povo foi engando

O empresário Paulo Marinho, denunciou um esquema de proteção na Polícia Federal que favoreceu o então candidato ao senado, Flávio Bolsonaro e consequentemente,  o na época,  candidato à presidência, Jair Bolsonaro.
A operação Furna da Onça da Polícia Federal do Rio de janeiro, que envolvia denúncias contra Flávio Bolsonaro e amigo íntimo da família Bolsonaro, Fabrício Queiroz foi adiada, para que os citados candidatos  não perdessem votos. Um  órgão público federal foi usado  para fins políticos eleitoreiros.

No Twitter o jornalista Bolsonarista, Fiuza, pergunta  em tom de deboche: Bolsonaro  já mandava na PF antes de ser eleito? A resposta é não. Quem fez a melança foi um delegado (nome ainda não revelado) adepto do Bolsonarismo que vazou para um advogado e um assessor de Flávio Bolsonaro que Fabrício Queiroz seria alvo da futura operação Furna de Onça

Por outro lado, os outros candidatos, Haddad e Alckmin foram alvos de denúncias falsas, que abalaram suas reputações e consequentemente causou perda de votos, durante a Campanha. As acusações posteriormente foram arquivadas por falta de provas.

A eleição de Bolsonaro se tornou ilegítima. O eleitor foi, enganado. Bolsonaro favorecido e seus candidatos concorrentes perseguidos e caluniados. Lembra do processo da Merenda escolar que envolvia o ex- governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, ? Ele foi absolvido. Mas em plena Campanha eleitoral, o fato era citado para favorecer Bolsonaro.

É público que, membros do MP e da PF,Moro e da Lava Jato demonstravam claro apoio a candidatura Bolsonarista, inclusive muitos representantes de tais seguimentos participavam de comícios, contra a chamada “velha política” e contra os políticos supostamente corruptos. Somente os apoiadores do o Bolsonarismo eram “santos”, honestos e imaculados.
Bolsonaro sempre fez parte de partidos ligados ao mensalão e do baixo clero, base de toda espúria politica

Uma das bandeiras defendidas por ele era a de não fazer o toma lá dá cá. Hoje, Bolsonaro se vendeu ao Centrão que faz chantagens e exige cargos, em troca de Bolsonaro não ser impichado.
O presidente se tornou, refém do Centrão, Valdemar e Roberto Jefferson e outros conhecidos políticos que foram envolvidos em escândalos de corrupção, comandam o governo.
O povo foi enganado.Foi eleito um santo de pau oco. Um candidato ligado a velha política, com filho envolvido com corrupção, ( será que ele não sabia ?) e esconderam isso do eleitor. Bolsonaro se elegeu com a falsa imagem da “nova política”e “único’ candidato honesto.