Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Bolsonaro tem esperanças com a compra do Twitter pelo bilionário Musk

O encontro entre o bilionário americano Elon Musk e o presidente Jair Bolsonaro (PL) em um evento no Brasil nesta sexta-feira (20/05) agitou apoiadores do líder brasileiro, que foram às redes sociais comemorar o encontro e elogiar a atuação de ambos.

A reunião, articulada pelo ministro das Comunicações, Fábio Faria, aconteceu no interior de São Paulo durante o evento de lançamento de um projeto envolvendo a rede de satélites da SpaceX — empresa de tecnologia aeroespacial do bilionário.

Musk disse que o projeto vai trazer internet de alta velocidade e conectar escolas na zona rural e também “monitorar a Amazônia”.

Em um breve discurso que fez ao lado do  comprador do Twittwr, Elon  Musk  durante evento no hotel Fasano Boa Vista, em Porto Feliz (SP).

Bolsonaro afimou: “A compra do Twitter para nós aqui foi como um sopro de esperança”, afirmou o presidente, emendando que a “liberdade é a semente do futuro”.

Musk anunciou no fim de abril a intenção de comprar a rede social por US$ 44 bilhões (R$ 216,4 bilhões). A negociação animou grupos de extrema-direita, mais penalizados na plataforma por disseminarem conteúdo falso em relação à saúde pública (como em vários episódios da vacina contra a Covid-19) e a processos eleitorais.

Bolsonaro depende de Fake news para ganhar as eleições,  e tem a esperança que após a compra do Twitter por Musk, isso facilite para seua aliados.

As negociações da venda do Twitter, estão temporariamente  paralisadas.  Musk é de extrema Direita e tem a intenção de comprar o Twitter com objetivo ideológico.

O QUE BOLSONARO ESQUECE É QUE INDEPENDENTE DO DONO DO TWITTER, AS REGRAS CONTRA FAKE NEWS , IMPOSTAS PELO TSE E PELAS LEIS DO BRASIL, PRECISAM  SER OBEDECIDAS.

“Eu o qualifiquei como o mito da liberdade após ele comprar o Twitter. Isso demonstra a liberdade de imprensa que sempre defendemos. Liberdade total” – disse Bolsonaro, que criticou recentes decisões de plataformas de desmonetizarem conteúdo negacionista ou de desinformação.

Musk tem afirmado ser contrário a qualquer moderação de conteúdo em redes sociais. BOLSONARO DEPENDE DE FAKE NEWS PARA VENCER AS ELEIÇOES. O bilionário que negocia a compra do Twitter é contra o bloqueio dos dissiminadores de fake news

Segundo Bolsonaro, as plataformas não podem remover conteúdo. Desde 2018, o presidente e seus apoiadores são criticados pelo uso das redes para disseminar teorias antidemocráticas. (Ivan Martínez-Vargas)

O PROBLEMA DA AMAZÔNIA NÃO É DE MONITORAMENTO. EMPRESA PRIVADA INTERNACIONAL, NÃO TEM TRANSPARÊNCIA. VAI MASCARAR O DESMATAMENTO

BILIONÁRIO MUSK SE ASSOCIA A BOLSONARO . A MONITORIZAÇÃO POR SATÉLITES DA EMPRESA DE MUSK. NÃO É GARANTIA DE DEFESA DA AMAZONIA. BOLSONARI DIZ QUE A AMAZÔNIA É PRESERVADA E QUE MUSK VAI MOSTRAR A VERDADE. ( “A VERDADE” BOLSONARISTA) É QUE NÃO EXISTE DESMATAMENTO.

O INEP QUE É RESPEITADO INTERNACIONALMENTE E FAZ O MONITORAMENTO DA AMAZÔNIA, AFIRMA QUE O DESMATAMENTO AUMENTOU MAIS DE 50% NO GOVERNO BOLSONARO

O EMPRESÁRIO AMERICANO NÃO PODE FAZER O MONITORAMENTO DA AMAZÔNIA SEM LICITAÇÃO. JÁ QUE É UMA EMPRESA PARTICULAR.  A AMAZÔNIA PRECISA DE FISCALIZAÇÃO DESMONTADA PELO GOVERNO. O MONITORAMENTE JÁ EXISTE.