Bolsonaro usa orçamento do estado para atender seus interesses eleitoreiros

Diz o Editorial do Estadão:

A bolsonarização do Orçamento e da máquina estatal, forma perversa de privatização, já impôs e continuará impondo custos enormes ao País. A multiplicação de membros ou ex-membros das Forças Armadas em postos federais tem sido outra forma de subordinação do Estado aos interesses políticos bolsonaristas

o Ministério, militarizado, converteu-se em propagandista das terapias pregadas pela medicina bolsonariana.

o presidente decidiu criar a sua versão do Bolsa Família. Para isso decidiu aumentar a partir desta semana o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), jogando mais um custo, com a marca Bolsonaro, sobre empresas e famílias já muito pressionada

Leia o editorial do Estadão: “Privatizando o Orçamento”

 

Optimized with PageSpeed Ninja