Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Brasileiros e estrangeiros que estavam na Ucrânia chegaram ao Brasil

43 brasileiros repatriados, 19 ucranianos, cinco argentinos e um colombiano chegaram a Brasília, após saírem da Ucrânia para a Polónia e de lá partiram para o Brasil. Entre eles, há 14 crianças, oito cachorros e dois gatos de estimação. O voo teve escala em Cabo Verde, Lisboa e em Recife. Os refugiados saíram da Ucrânia e foram para a Polônia. O avião da FAB fez o resgate em território da Polônia.

O presidente Bolsonaro, a primeira dama, parlamentares da base governista, estiveram no aeroporto Juscelino Kubitschek em Brasília, para receber os estrangeiros e repatriados,  tirando fotos com bandeiras do Brasil, para fazer marketing político. É uma obrigação do governo retirar os brasileiros de uma área em guerra. Os viajantes chegaram cansados em um voo de 24h e no avião cargueiro com pouco conforto e farão exames de Covid e os que desejarem vão se vacinar.

Quando pessoas de outros países estavam sendo retirados da Ucrânia, o governo brasileiro disse que nao havaria guerra e não existia necessidade de retirar ninguém.. Somente hoje, 15 dias após o inicio da invasão Russa, eles saíram do inferno da guerra. Na Ucrânia existiam 500 brasileiros. Alguns foram para outros países e alguns resistiram e expressaram desejo de lá permanecerem e ainda existe brasileiros desejando voltar que não tiveram a sorte de terem vindo neste vôo.

Todos os passageiros fizeram o teste de covid e o resultado deu negativo. O ministro da Relações Exteriores, Carlos França, disse que não há possibilidade de outro avião da FAB ser enviado para buscar mais brasileiros. Segundo o Carlos França,  pelo número pequeno de brasileiros que ainda estão na Ucrânia  será mais econômico ele voltarem ao Brasil em avião comercial.