Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Burocracia da ANVISA – Brasil pode perder 2 milhões de doses da Sputinic

“o Brasil, vai perder a oportunidade do recebimento do lote de abril da vacina Sputnik V. ( dois milhões de doses). A demora da licença de importação se deve à burocracia por parte da Anvisa e à burocracia de exigências que não estão previstas na lei. A lei prevê que seja apresentada a certificação por uma agência reguladora internacional. Isso foi feito pelos estados e ainda temos a exigência de uma série de outros documentos” — disse o governador do Piauí, Wellington Dias.

Anvisa decidirá entre segunda e terça-feira se autoriza a importação da vacina russa para o Brasil. Isso porque o STF EXIGIU QUE ANVISA SE MANIFESTE E A ANVISA ESPERA O ÚLTIMO DIA DE PRAZO PARA DÁ A RESPOSTA.

O ministro Marcelo Queiroga já disse que, se Anvisa não liberar a importação do imunizante, não deve autorizar a inclusão da vacina russa no PNI.

O instituto russo Gamaleya divulgou hoje que a vacina Sputnik V tem 91,6% de eficácia contra casos sintomáticos de covid-19. Os dados são preliminares e foram publicados na revista científica “The Lancet”. A mais importante revista científica do mundo.