Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Calero é o Juruna do século XXI

O ex-ministro da Cultura Marcelo Calero pode ter gravado conversas com outros ministros e assessores, segundo informações levadas ao governo por colegas. Além de cair na Lei de Segurança Nacional, por supostamente haver gravado de maneira clandestina sua conversa com o presidente da República, ele burlou a regra que há anos proíbe a entrada de equipamentos eletrônicos no gabinete presidencial. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.
QUEM NÃO LEMBRA DO ÍNDIO E EX DEPUTADO FEDERAL, CACIQUE XAVANTE JURUNA, QUE SÓ FALAVA COM POLÍTICOS PORTANTO UM GRAVADOR DEBAIXO DO BRAÇO?
A DIFERENÇA É QUE O JURUNA FAZIA A GRAVAÇÃO COM O CONHECIMENTO DO PARLAMENTAR QUE ESTAVA SENDO GRAVADO.
CALHEIRO, FAZ DE FORMA ILEGAL, ESCONDIDA. T[ÍPICA DE UM PETISTA DA GEMA QUE NÃO TEM CARÁTER.