Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Canoagem – Izaquias e Jacky Goldmann lideram prova e estão nas seminfinais

“Eu não penso em sair daqui sem duas medalhas no pescoço. Posso estar sendo ganancioso, mas treinei muito para isto e eu não quero sair daqui sem este objetivo. Treinamos bastante no sol, na chuva, nas adversidades de vento para chegar aqui e ter resultado. Eu quero representar o meu país no quadro de medalhas”, completou Isaquias.

Com o tempo de 3m48s611, a dupla Isaquias Queiroz e Jacky Godmann venceu a bateria das quartas de final, na madrugada desta segunda-feira (2), e conquistou uma vaga na semifinal da canoagem C2 1.000 m nas Olimpíadas de Tóquio.

A dupla  liderou  a prova do início ao fim e chegaram a fazer 62 remadas por minuto.

Isaquias afirmou  em entrevista para a SporTV, que foi bom participar das quartas de final para remar mais um pouco e sentir a energia da prova. Antes, na etapa classificatória, eles ficaram em terceiro, o que os obrigou a participar de mais uma bateria para avançar às semis.

Izaquias disse que não foi para Tóquio buscar  medalha de bronze ou prata. Trabalhou e treinou para ganhar duas medalhas de ouro e juntar com as três medalhas já conquistadas na Olímpiada do Rio de Janeiro. Ele  tem por objetivo ser o maior medalhista do Brasil.

O caminho pela medalha terá mais três provas na segunda-feira (2), pelo horário do Brasil. Ainda de madrugada, acontecerá as quartas de final, a partir de 0h21. Pela noite, serão disputadas as semis, às 21h44, e, em seguida, a final, marcada para 23h53.

Na quinta-feira (5), será a hora de Isaquias competir na C1 1000m, em canoa simples. O baiano é o atual campeão mundial da categoria, título conquistado em 2019, além de ter faturado a prata na Copa do Mundo na Hungria.

Na sexta-feira (6), virá a semifinal, às 21h44, e a decisão, às 23h53.