Cantor Gilberto Gil usou R$ 800 mil da lei Rounet para uma festa particular

O ex-ministro da Cultura Gilberto Gil captou R$ 800 mil para um evento privado patrocinado pela Nextel “só para convidados”, como a própria empresa admitiu.

A benesse é vedada pelo artigo 2º da Lei Rouanet.

“O ministro tem conhecimento pleno da lei e burlou a lei. É um caso gravíssimo”, indigna-se o deputado Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ).