CASO GEDDEL – ELE OMITIU QUE ERA DONO DO IMÓVEL

Comissão de Ética vê indícios contra Geddel e encaminha decisão ao MP.

A Comissão de Ética Pública da Presidência da República aplicou censura ética ao ex-ministro da Secretaria de Governo Geddel Vieira Lima e encaminhou a decisão ao Ministério Público por entender que há questões ainda a serem investigadas

Geddel  omitiu a posse do imóvel envolvido no episódio de sua demissão da declaração confidencial de informações entregue à comissão – uma espécie de declaração de bens apresentada por autoridades no ato de posse.

“Verificamos o uso do cargo público para favorecer interesses particulares e pessoais”, disse o Presidente da Comissão de ètica,  Mauro Menezes.