Chefe de gabinete contraria médico da Casa Branca e diz que situação de Trump é preocupante

Chefe de gabinete contraria médico da Casa Branca e diz que situação de Trump é preocupante

Depois de o médico da Casa Branca, Sean Conley, afirmar neste sábado (3) que Donald Trump, 74, está “passando bem”, o chefe de gabinete do presidente dos EUA, Mark Meadows, disse a jornalistas que o líder republicano está passando por um período “muito preocupante” e que as próximas 48 horas serão vitais para a recuperação do americano. Trump está sendo tratado com medicamentos experimentais.

As informações contraditórias —divulgadas com minutos de diferença e cercadas de polêmicas— deixaram o mundo sem saber qual é o real estado de saúde do presidente americano.

A declaração de Meadows foi inicialmente repassada sob condição de anonimato a um grupo de jornalistas que tem acesso direto aos eventos oficiais e é responsável por distribuir informações da Casa Branca aos demais repórteres.