Comissária para Direitos Humanos da ONU, Michelle Bachelet: “Tenho pena do Brasil”

A comissária para Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU), Michelle Bachelet, ex-presidente do Chile, disse sentir “pena pelo Brasil”. A declaração foi feita em uma entrevista para uma TV local, conforme reportou a agência de notícias Reuters. A fala remete ao ataque feito pelo presidente Jair Bolsonaro contra Bachelet e seu pai, Alberto, torturado e morto durante a ditadura de Augusto Pinochet.

“Então se alguém diz que em seu país nunca houve ditadura, que lá nunca houve tortura…bem, então deixe ele dizer que a morte do meu pai por tortura garantiu que o Chile não se transformasse em uma Cuba. A verdade é que eu sinto pena pelo Brasil”, afirmou a ex-presidente do Chile em entrevista a TVN, que será transmitida mais tarde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.