Como retirar o estrogênio (hormônio feminino)


O estrogênio é um hormônio natural conhecido pelo papel que desempenha na fertilidade feminina, mas quando ele se acumula em altos níveis no organismo, pode levar ao ganho de peso e aumentar o risco de câncer, osteoporose, doenças da tireoide e outras condições de saúde. Felizmente, você pode reduzir os níveis dele em casa através de mudanças na dieta e estilo de vida.

1
Coma mais alimentos orgânicos. Pesticidas e produtos químicos similares utilizados na produção de alimentos não necessariamente aumentam a produção do hormônio, mas têm efeitos similares a ele quando são absorvidos pelo corpo. Comer alimentos orgânicos vai evitar que esses produtos químicos entrem em seu organismo.[1]

2
Inclua mais fibras em sua dieta. O fígado joga estrogênio nos ácidos biliares e eles passam através do seu intestino durante a digestão. A fibra alimentar pode ajudar a eliminar o estrogênio encontrado na bile.
Alimentos ricos em fibras incluem frutas, verduras e grãos integrais.

3
Saiba quais alimentos são polifenóis. Os polifenóis são derivados de fontes vegetais de alimentos. A pesquisa atual sugere que eles ajudam a reduzir os níveis de estrogênio no sangue.
Sementes de linhaça podem ser especialmente benéficas. Elas contêm lignanos, assim como os polifenóis, que podem combater os efeitos do estrogênio no corpo e interferem na produção dele. No entanto, elas contêm estrogênio vegetal, conhecido como “fitoestrogênio”, por isso evite consumir em excesso.
Outras sementes, como chia e gergelim, têm propriedades benéficas semelhantes.
Muitos grãos não refinados também contêm grandes quantidades de polifenóis. Algumas das melhores opções de grãos integrais são: trigo, aveia, centeio, milho, arroz, painço e cevada.

4
Procure alimentos que contenham enxofre. Ele pode ajudar a desintoxicar o fígado ao eliminar substâncias que prejudiciais para o órgão. Como resultado, o fígado fica mais produtivo. Como ele é responsável por metabolizar e quebrar estrogênio no organismo, um fígado saudável pode ajudar a reduzir seu nível.
Alimentos com enxofre incluem cebolas, vegetais de folhas verdes, alho, gemas de ovos e frutas cítricas.

5
Inclua mais vegetais crucíferos em sua dieta. Os vegetais crucíferos têm altos níveis de fitoquímicos, que ajudam o corpo a bloquear a produção de estrogênio.[2]
Alguns vegetais crucíferos benéficos incluem brócolis, couve-flor, couve-de-bruxelas, repolho-chinês, couve e nabo.

6
Coma mais cogumelos. Muitos cogumelos ajudam a evitar que o corpo produza uma enzima que pode converter androgênio em estrogênio. Ao comer mais cogumelos, você pode restringir esse processo de conversão e diminuir o estrogênio no corpo.
Algumas das variedades mais úteis incluem shitake, portobelo e crimini.

7
Consuma uvas roxas. A casca delas contém uma substância química conhecida como “resveratrol” e as sementes contêm “proantocianidina”. Ambas bloqueiam a produção de estrogênio.
Prefira as uvas com sementes, porque elas também têm propriedades bloqueadores de estrogênio.

8
Beba chá verde. O chá verde contém fitoquímicos que podem ajudar a reduzir a produção de estrogênio no organismo. A pesquisa ainda está em seus estágios iniciais em relação a essa questão, mas os primeiros resultados parecem promissores.

9
Consuma romãs. Elas contêm fitoquímicos também. Como observado anteriormente, elas têm propriedades bloqueadoras de estrogênio.
Além de comer romãs frescas, você também pode tomar suco de romã puro ou misturado com outras frutas para obter os mesmos benefícios para a saúde.

10
Tome os suplementos vitamínicos certos.[3]Certas vitaminas e minerais podem ajudar o corpo a eliminar estrogênio. Os suplementos alimentares nunca devem ser a única fonte de nutrientes, mas incluí-los em sua rotina pode ser uma decisão sábia.
Tome um suplemento de 1 mg de ácido fólico e uma vitamina do complexo B para ajudar a melhorar o funcionamento do fígado. Isso pode ser especialmente útil se você consumir álcool com certa regularidade.
O desequilíbrio da flora intestinal pode interferir na eliminação do estrogênio do corpo, mas probióticos ajudam a equilibrar o seu trato digestivo. Tome um probiótico que contenha 15 bilhões de unidades diariamente. Mantenha as cápsulas refrigeradas e tome uma ou duas vezes ao dia com o estômago vazio.
Considere tomar um suplemento de fibras para ajudar a melhorar a ingestão de fibras alimentares.
Tomar um multivitamínico padrão diariamente pode ser uma boa ideia. Esses suplementos contêm zinco, magnésio, vitamina B6 e outros nutrientes que podem ajudar a metabolizar e eliminar estrogênio do corpo.

11
Consuma menos álcool. O estrogênio é metabolizado e filtrado pelo fígado, mas níveis elevados de álcool podem fazê-lo funcionar menos. Quando isso acontece, os níveis de estrogênio podem aumentar.
Se você tem altos níveis limítrofes de estrogênio, limite o consumo de álcool para um copo ou menos por dia. No entanto, se você já estiver experimentando a dominância de estrogênio, corte o álcool de sua dieta completamente.

12

Limite a ingestão de leite e derivados. Cerca de 80% do estrogênio da dieta vem de leite de vaca e derivados. Prefira leites de amêndoa ou de arroz, em vez de leite de vaca.
As vacas muitas vezes são ordenhadas durante a gravidez, quando os níveis de estrogênio são mais elevados, e por isso esse leite pode conter altas doses dele.
Quando for consumir laticínios, escolha opções funcionais. O iogurte pode ser especialmente benéfico, pois contém probióticos.

13

Coma menos porcarias. Cafeína, gordura e açúcar podem aumentar todos os níveis de estrogênio no corpo, por isso você deve limitar esses alimentos o máximo possível.
Por exemplo, até mesmo uma xícara de café normal pode aumentar os níveis de estrogênio. Beber mais de quatro xícaras de café por dia pode aumentar os níveis de estrogênio em até 70%.

14
Evite produtos de soja não fermentados. A soja contém compostos de plantas chamados “isoflavonas”, que imitam o estrogênio. Consumir soja não fermentada pode aumentar os efeitos do estrogênio se você tiver um nível alto dele no corpo.
Os produtos não fermentados de soja incluem tofu e leite de soja.

15
Consuma menos carne vermelha. Carne vermelha pode conter aditivos hormonais, que podem aumentar os níveis de estrogênio em seu corpo ou se comportar como ele no organismo.
Prefira opções “orgânicas” ou “naturais”. Elas ainda contêm o estrogênio armazenado naturalmente pelos animais, mas você não vai consumir quantidades anormalmente excessivas de hormônio dessa forma.

16
Se exercite com mais frequência. Em particular, exercícios de intensidade moderada à alta têm o maior impacto sobre os níveis de estrogênio. Tente praticar de 15 a 30 minutos de exercício moderado por dia para começar a reduzir o nível do hormônio rapidamente.
A pesquisa sugere que as mulheres que já passaram da menopausa devem praticar pelo menos três horas de exercício moderado por semana se quiserem reduzir significativamente a quantidade de estrogênio circulando em seus corpos.[4]
Em vez de fazer exercícios para tonificação muscular, se concentre mais em exercícios aeróbicos, como caminhada, corrida e ciclismo.
O exercício também pode levar à perda de peso. Como o estrogênio pode se esconder em células de gordura, reduzir seu número podem diminuir o nível dele também.

17
Se estresse menos. Para lidar com o estresse o corpo queima grandes quantidades de progesterona e produz cortisol, o hormônio do estresse. Um subproduto desse processo é um excesso relativo de estrogênio.
Pode parecer impossível cortar o estresse de sua vida completamente, mas há coisas que você pode fazer para tentar reduzi-lo. Corte qualquer fonte evitável e previsível de estresse enfrentada regularmente. Para neutralizar os efeitos do estresse inevitável, encontre atividades que ajudam a relaxar – meditação, leitura, exercícios leves, terapia e assim por diante.

18
Tente fazer um tratamento de sauna infravermelho. Eles são uma prática de desintoxicação popular. Acredita-se que ajudam a equilibrar os hormônios porque estimulam as células de gordura no corpo a expulsar o estrogênio armazenado nelas.
Nesse tipo de sauna, a radiação infravermelha aquece sua pele com segurança e aumenta a produção de suor. O suor esfria o corpo e também libera toxinas acumuladas, incluindo o excesso de estrogênio.

19
Durma bastante. Maus hábitos de sono podem reduzir a quantidade do hormônio melatonina em seu corpo. Ela ajuda a proteger o corpo contra a dominância de estrogênio, por isso a sua falta pode aumentar o nível dele.
Tente dormir de sete a oito horas de sono por noite.
Mantenha o quarto o mais escuro possível enquanto você dorme. Pesquisas sugerem que muitas vezes quartos escuros promovem um sono mais profundo, que ajuda a produzir mais melatonina.

20

Evite lidar com itens que podem conter toxinas. Em particular, certos plásticos e cosméticos podem conter xenoestrogênios, que podem penetrar no corpo quando usados regularmente.
Perfumes e produtos perfumados são uma ameaça possível e muitos produtos de higiene pessoal contêm parabenos prejudiciais.[5]
Garrafas e copos de plástico podem fazer com que você consuma ftalato prejudicial.
Latas de metal podem conter níveis elevados de BPA que provocam alterações hormonais.
Colas para teto e piso de azulejo podem conter carbonos perigosos.
Gases produzidos por alvejantes e produtos de limpeza químicos fortes, também pode afetar negativamente os hormônios.

21
Pergunte ao seu médico sobre parar de tomar alguns medicamentos. Você nunca deve parar de tomar qualquer medicação sem consultar o seu médico primeiro. Dito isso, se você estiver preocupado com altos níveis de estrogênio em seu corpo, pode querer conversar com seu médico sobre certos medicamentos ligados ao aumento da quantidade de estrogênio e perguntar se pode limitá-los ou evitá-los.
Os antibióticos podem matar ou danificar as bactérias úteis em seu trato digestivo. Elas ajudam a eliminar o estrogênio do seu sistema, por isso destruí-las pode criar um acúmulo do hormônio.

22
Esse artigo serve apenas para fornecer orientações gerais e direcionamentos. Se você acha que pode ter níveis perigosamente altos de estrogênio em seu corpo, fale com o seu médico para definir o melhor plano de tratamento possível para suas necessidades de saúde individuais.
Sempre consulte seu médico antes de fazer quaisquer mudanças drásticas em sua dieta, estilo de vida ou medicamentos.
Fontes e Citações
↑ http://www.newhealthguide.org/How-To-Reduce-Estrogen-Levels-In-Women.html
↑ http://www.healthline.com/health-slideshow/anti-estrogen-diet-men
↑ http://www.chatelaine.com/health/diet/how-having-too-much-estrogen-can-make-you-gain-weight/
↑ http://www.fhcrc.org/en/news/center-news/2004/05/excercise.html
↑ http://www.canceractive.com/cancer-active-page-link.aspx?n=1285

PUBLICAÇÃO DO SITE:   pt.wikihowom.com

http://pt.wikihow.com/Reduzir-o-Estrog%C3%AAnio-no-Corpo

Licença do Creative Commons.