Contra acordo com guerrilheiros, direita vence eleições legislativas na Colômbia

Contra acordo de paz, direita vence eleições legislativas na Colômbia.
O povo colombiano não quer esse acordo de paz.
Só a esquerda e seus capachos no jornalismo e os “intelectuais” que vivem numa bolha, que não possuem a menor ideia do que seja o mundo real querem acordo de paz com guerrilheiros, traficantes e facções.
Com 98% das urnas apuradas, a direita não conquistou a maioria absoluta nem na Câmara dos Deputados nem no Senado, mas sua vitória provoca questionamentos sobre a implementação do processo que desarmou a mais poderosa guerrilha da América Latina: As Farcs.
O Centro Democrático, de Uribe, conseguiu manter seus 19 senadores e ampliou para 32 o número de deputados, 13 a mais do que na legislatura atual. O ex-presidente conquistou a reeleição ao Senado com 860 mil votos. O Mudança Radical foi o segundo partido mais votado, conquistando 16 assentos no Senado e aumentando em sete vagas a sua representatividade na Câmara.

— Muito obrigado a todos os colombianos que nos apoiaram, seguimos nesta tarefa pela pátria, por nossa democracia ­— disse Uribe.