Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Copa América – Seleção brasileira vai anunciar que não entrar em Campo

De acordo com o jornalista Fernando Kallás, do diário As (Espanha), os atletas brasileiros já bateram o martelo sobre não entrar em campo na competição sul-americana e agora estão em contato com as demais seleções para que o movimento seja conjunto e organizado. Ainda segundo a matéria, os jogadores teriam se sentido traídos pela oferta de sediar a Copa América sem consultá-los anteriormente. Para eles, a competição deveria ser cancelada e não remendada para um país que já tem mais de 460 mil mortes devido ao vírus.

O clima político nesse contexto é tenso, tanto na CBF quanto na própria presidência da república. Segundo o Correio Braziliense, Jair Bolsonaro já foi informado do motim e vem movimentando o Planalto junto à própria Confederação Brasileira de Futebol para que um time alternativo comandado por um técnico “alinhado ao seu governo” (fala-se em Renato Portaluppi) esteja à disposição a tempo de a bola rolar.

Diante da possibilidade de os jogadores da seleção brasileira e o técnico Tite se recusarem a participar da Copa América, cujo início está marcado para 13 de junho, o presidente Jair Bolsonaro enfrenta mais um desgaste, agora, vindo de dentro das “quatro linhas”. O Palácio do Planalto está irritado e preocupado com a eventual recusa de a equipe principal participar da competição, que veio parar no Brasil depois que Colômbia e Argentina se recusaram a sediá-la. Por conta da iminência de um vexame, o presidente já avisou que o assunto virou “questão de honra” e fez chegar à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) a determinação de fazer com que a Seleção dispute o torneio com força total.