Coronel Lima, amigo de Temer não prestou depoimento

O ex-coronel da Polícia Militar, João Batista Lima Filho, amigo de Michel Temer, alegou problemas de saúde e não prestou depoimento na sede da Polícia Federal em São Paulo, nesta sexta-feira (30).

Coronel Lima vai ficar preso temporariamente na sede da PF. Segundo o seu advogado, ele se comprometeu a prestar todos os esclarecimentos em uma data futura. Lima foi preso na Operação Skala, nesta quinta-feira (29). A informação é do G1.

Ao ser preso, Lila passou mal e foi internado, Ele usa cadeira de rodas e já teve infarto.  Melhorou e foi levado a sede da PF mas não teve condições de depor.