CPI dos Atos Terroristas vai exigir a volta de Bolsonaro ao Brasil

Ex-presidente do Senado por quatro vezes, Renan Calheiros (MDB-AL) afirmou  que está trabalhando junto aos pares para que seja instalada, já no início de fevereiro, uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar os atos de terrorismo realizados por bolsonaristas radicais neste domingo, dia 8 de janeiro.

Uma das primeiras medidas da CPI, garante, será pedir a extradição do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), caso ele ainda não tenha retornado ao Brasil, para prestar depoimento no Congresso Nacional e ser investigado sobre eventuais vínculos com os criminosos.

Moraes autoriza mais de 100 mandados de busca e apreensão contra financiadores de atos antidemocráticos