Deficit da meta de R$ 159 bi, foi aprovado -Votação dos destaques da revisão de metas foi adiada

O Congresso Nacional aprovou, na madrugada desta quinta-feira (31), o texto-base do projeto de lei que autoriza o governo a registrar um  rombo de R$ 159 bilhões nas contas públicas em 2017 e em 2018. A votação não foi concluída e faltou a votação dos destaques.
O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), negou que haja qualquer problema para a equipe econômica. “Não há nenhum problema, vamos ajustar o projeto de Orçamento na próxima semana (à nova meta aprovada)”, afirmou.
A estratégia é trabalhar para retomar a apreciação dos dois destaques na próxima terça-feira, 5 de setembro, às 19h, para quando foi convocada nova sessão conjunta do Congresso.

A proposta foi aprovada em votação simbólica, por decisão do presidente do Congresso, senador Eunício Oliveira (PMDB-CE). Isso provocou a ira dos parlamentares da oposição, que queriam a votação só após a orientação das lideranças para suas bancadas.

O texto aprovado pelos parlamentares aumenta em R$ 20 bilhões o déficit público deste ano e em R$ 30 bilhões em 2018. Na prática, o saldo negativo maior significa a possibilidade de ampliação dos gastos públicos.

 

 

 

Leave a Reply