Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Deputado Bolsonarista, arrogante e marginal vai continuar preso

O presidente da Câmara, Arthur Lira, informou ao presidente Bolsonaro que a tendência da Câmara é manter o deputado bolsonarista, Daniel Silveira, na cadeia.

O argumento de que a Câmara não pode perder tempo com uma agenda envolvendo um deputado extremista, em detrimento de toda uma pauta necessária para a retomada da economia, convenceu parlamentares a votar pela prisão e encerrar o assunto o quanto antes.

Lira receia que a polemica envolvendo o deputado pode atrasar a pauta econômica.

Silveira foi preso na noite de terça-feira, 16, após publicar vídeo  contendo apologia ao Ato Institucional 5 (AI-5), o mais violento ato da ditadura militar, e discurso de ódio contra os integrantes do Supremo Tribunal Federal (STF). A ordem de prisão foi dada pelo ministro Alexandre de Moraes, mas confirmada ontem por unanimidade pelo plenário da Corte.

Líderes do Centrão têm conversado com ministros do STF e também com Arthur Lira: argumentam com o presidente da Casa que não querem afrontar a corte por um deputado que ataca a democracia e a política.