Destaques nas Redes Sociais – 31/08

Ministro Gilmar Mendes sobre inelegibilidade de Lula: Eu tenho a impressão que o ex-presidente está impossibilitado com a condenação em segundo grau. É inelegibilidade aritmética.

Não debato com político. Sou jornalista. Tampouco vim para educar mentiroso. Desprezo oportunistas. Deus me livre de ascender – ter alguma existência – à sombra de alguém. Mas preciso registrar que: nunca desafiei Bolsonaro a ser entrevistado por mim. Convidei respeitosamente. ( Carlos Andreazza)

 

Lula vai se ferrar e ter a candidatura impugnada pela propria lei que sancionou para perseguir inimigos que é a lei da ficha limpa. ( Vinícius Nicolidi)

 

Influenciadores reclamam de calote de empresa que fazia propaganda ao PT.

 

São Paulo tinha 13 mil assassinatos por ano em 2001. No ano passado foram 3.503. Caiu roubo, latrocínio, homicídio. É um case internacional. São Paulo hoje tem indicadores de homicídios melhores que Washington. No Brasil, são 62,5 mil assassinados por ano ( Alckmin)

“Marina deu um show na entrevista ao Jornal Nacional. Exorcizou a imagem de mulher frágil. Não fugiu às perguntas. Com a mão espalmada, impôs limite às falas de Bonner e Renata. Estava sob o controle. Saiu como entrou – sem ter sido atingida por uma única denúncia de mal feito” ( Noblat)

Se os casos de corrupção envolvendo políticos tucanos consumiram mais que a metade do tempo da entrevista de Geraldo Alckmin ao Jornal Nacional, como seria uma sabatina com o candidato do PT à Presidência? ( Augusto Nunes)

SÓ ERROU QUANDO NO FINAL DISSE
SOU MULHER NEGRA, FUI EMPREGADA DOMÉSTICA ( SER BRANCA OU NEGRA TER NASCIDO POBRE OU RICA NÃO É QUALIDADE OU DEFEITO PARA SER PRESIDENTE) ( JORGE RORIZ)

 

CANDIDATURA DE LULA DEVERÁ SER REJEITADA NESTA SEXTA-FEIRA (31/08)
; Zanin ( advogado de Lula) voa para Brasília para encontrar ministros do STF tentando impedir que isso aconteça…

 

A juíza Simone Fortes, da 1ª Vara Federal de Florianópolis, rejeitou denúncia contra o reitor e um chefe de gabinete da Universidade Federal de Santa Catarina por suposta ofensa a delegada Erika Malena da Polícia Federal.

A SUPOSTA OFENSA FOI UMA HOMENAGEM PÓSTUMA QUE OS REITORES E O CHEFE DE GABINETE DA UNIVERSIDADE FIZERAM AO REITOR, LUIZ CANCELLER QUE COMETEU SUICIDOU POR TER SIDO COLOCADO NU NO XADREZ E ACUSADO DE UM CRIME QUE ELE NÃO COMETEU
A ACUSAÇÃO FOI FEITA PELA DELEGADA DA LAVA JATO: ERIKA MIALIK MARENA