Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Destaques no último debate

Meirelles disse pro Boulos: – “Baseei a minha vida no trabalho. Eu trabalho. Sei que isto pode parecer estranho a você…”

O famoso bilhete para o presidiário Lula, apresentado por Alvaro Dias no debate da Tv Globo. “Lula, quem mandou matar Celso Daniel? E as 7 testemunhas do crime? Você sabe!”, diz a nota.

Boulos: “Eu ando com sem-teto, eu ando com sem-terra, só não ando com sem-vergonha”.

Bolsonaro amarelou, provoca Marina Silva.

“Lamentável que você não reconheça nenhum dos erros. Você tem a oportunidade de olhar para o povo brasileiro e reconhecer os erros e você não faz. Você reitera os erros cometidos.” Marina Silva para Haddad

“De um lado, uma organização criminosa e do outro lado a marcha da insensatez empurrando o País para um desfiladeiro sem fim.”
Alvaro Dias

“A gente sabe muito bem que o comando do crime organizado está muito mais perto da Praça dos Três Poderes, em Brasília, do que de qualquer favela nesse País”. Mais uma frase de efeito que põe Boulos como o destaque do debate

“O PT é reincidente. Escolheu Temer duas vezes [para vice de Dilma]. – Geraldo Alckmin.

“Eu suspendi minha campanha quando houve o atentado. Fiquei muito mal. Entretanto, ele hoje está de alta e deu entrevista longa e fugiu” Ciro dando sinal verde para bater no Bolsonaro.

Sobre o debate, Fernando Henrique Cardoso afirmou:

“Segui o debate ontem. Impressões: Bolsonaro, sem voz, vai no embalo da ventania; Haddad, parece que tudo começa e acaba na máscara do Lula; Ciro, charmoso, a biruta leva; Alckmin, experiência e sensatez em momento de exasperação; Marina, um grito parado no ar. O resto é silêncio.”