Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Dia municipal do Planejamento familiar é uma homenagem ao cientista baiano Elsimar Coutinho

 

O Dia Municipal do Planejamento Familiar ( 18 de maio) foi instituído no calendário oficial de eventos do municio de Salvador BA,  pela Lei 9.635/2022. A data é uma homenagem ao cientista e médico baiano Elsimar Coutinho, que completaria 92 anos de nascimento este ano.

A data foi marcado por uma solenidade ocorrida no Centro de Pesquisa e Assistência em Reprodução Humana (Ceparh), na Federação. Presente no evento, o titular da Secretaria de Saúde de Salvador (SMS), Decio Martins, ressaltou a importância da data, que homenageia o nascimento do cientista e médico baiano Elsimar Coutinho, especialista no assunto, além de ressaltar a estrutura municipal de saúde para o planejamento familiar.

Os postos de saúde municipais da Atenção Básica são responsáveis pelo primeiro atendimento para o planejamento reprodutivo. Além de fornecer métodos contraceptivos, promovem a educação da população para evitar as Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs).

Nessas unidades é possível ter acesso à administração do anticoncepcional, tanto injetável quanto o comprimido, além da pílula do dia seguinte e distribuição dos preservativos masculinos e femininos. Os postos fazem também a inserção do Dispositivo Intra-Uterino (DIU).

Quando há a vontade da mulher ou do homem em realizar a laqueadura e a vasectomia, respectivamente, faz-se o encaminhamento para o Ceparh através dos postos de saúde. Também podem ser realizados na instituição outros atendimentos, como implantação e retirada do DIU, implantes e distribuição de contraceptivos.

A data é uma justa homenagem ao grande cientista Baiano, Elsimar Coutinho, que faleceu de Covid, em 202

Iniciou seus estudos na cidade de Pojuca, Bahia, onde nasceu,  tendo concluído o secundário no Colégio Estadual da Bahia, Salvador. Cursando a Universidade Federal da Bahia, formou-se em Farmácia e Bioquímica em 1951, e em 1956 em Medicina. Em seguida recebeu uma bolsa de estudo do governo brasileiro e da França, foi estudar com o professor Claude Fromageot, na Sorbonne, Universidade de Paris. Na França, interessou-se pela ação do mecanismo dos hormônios, campo a que se dedicou pelo resto de sua vida.

Na década de 1960, apresentou a tese do primeiro anticoncepcional injetável de uso prolongado. Mesmo com as polêmicas que suas pesquisas geraram, desenvolveu o produto, assim como outros importantes métodos contraceptivos injetáveis, pílulas para uso oral e vaginal e os implantes hormonais subcutâneos.