DILMA SUA DERROTA FOI MERECIDA: MENTIU E FOI ARROGANTE

Os senadores peemedebistas Eduardo Braga (AM), ex-ministro de Dilma, e Jader Barbalho (PA) se ausentaram na sessão de maio. Desta vez, votaram contra a presidente afastada. Já o também peemedebista João Alberto Souza (MA) mudou radicalmente de posicionamento: em maio, ele votou contra o afastamento de Dilma; já na madrugada de terça para quarta, o senador foi um dos 59 que votaram para transformá-la em ré no processo de impedimento.

Romário e Cristovam Buarque que estavam indecisos, votaram contra Dilma.