Doria desmente Pazuello - "Nem um tostão do governo"

Doria desmente Pazuello - "Nem um tostão do governo"

O ministro Pazuello, afirmou que as vacinas foram pagas pelo SUS.  O governador João Doria desmentiu o ministro e afirmou que o governo federal não investiu um centavo nas pesquisas e na compra de insumos e das vacinas.

“Tudo o que foi comprado pelo Butantan foi com recursos do SUS, sem um centavo de São Paulo”, disse Pazuello a jornalistas. “Fomos nós que desenvolvemos o parque fabril do Butantan para a vacina”, completou. “Trabalhamos com o Butantan no desenvolvimento da vacina desde o início”, finalizou o ministro, reafirmando a exclusividade sobre a produção de São Paulo. “Tudo o que tem no Butantan é contratado pelo Ministério da Saúde, de forma integral.”

O Governo assinou contrato mas ainda nada pagou.  O governo de São Paulo, investiu R$ 500 milhões de reais.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou neste domingo (17) que o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, mentiu ao dizer em coletiva de imprensa que o governo federal fez constribuições financeiras para o trabalho do estado e do Instituto Butantan pela CoronaVac, vacina contra Covid-19 do laboratório chinês Sinovac, que começou a ser aplicada nesta tarde no país após aprovação da Anvisa.

“A vacina só está no Brasil porque foi investimento de São Paulo. Ainda não há um centavo do governo federal”, afirmou Doria poucos minutos após as falas de Pazuello em Brasília. O governador ainda se disse “atônito com as declarações do ministro da Saúde do Brasil”.