Eduardo Bolsonaro ameaça as relações entre o Brasil e a China ( maior parceiro comercial do Brasil)

Eduardo Bolsonaro ameaça as relações entre o Brasil e a China ( maior parceiro comercial do Brasil)

Por meio de sua embaixada no Brasil, o governo chinês afirmou que o filho do presidente e deputado Eduardo Bolsonaro (PSL) deu declarações “infames” e coloca em risco a relação entre os dois países. Em mensagem, também pede para que cessem “as desinformações e calúnias sobre a China”, sob o risco de “arcar com as consequências negativas”. Na segunda, o deputado disse que o Partido Comunista Chinês é uma entidade “agressiva e inimiga da liberdade”, ao associá-lo a “invasões e violações às informações particulares de cidadãos e empresas”.

Para Pequim, Bolsonaro “acusou o Partido Comunista da China e empresas chinesas de praticar espionagem cibernética e defendeu a iniciativa dos EUA de criar uma aliança internacional que discrimina a tecnologia 5G da China”. “Tais declarações infundadas não são condignas com o cargo de presidente da Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados”, ataca Pequim. “Prestam-se a seguir os ditames dos EUA no uso abusivo do conceito de segurança nacional para caluniar a China e cercear as atividades de empresas chinesas”,

A China é o maior parceiro comercial do  Brasil.  Com a derrota de Trump nos EUA, as relações entre os dois países podem ficar estremecidas  divido a questão ambiental. Com o estremecimento das Relações entre o Brasil e a China, o país ficará isolado no mundo.

ISSO VAI TRAZER PREJUÍZOS FINANCEIROS ( REDUÇÃO DAS EXPORTAÇÕES) REDUÇÃO DE INVESTIMENTOS,  E FALTA DE INSUMOS DE MEDICAMENTOS , EPIs E OUTROS PRODUTOS QUE O BRASIL DEPENDE DA CHINA.

O BOLSONARISMO BURRO E IDEOLÓGICO  ESTÁ DESTRUÍNDO O BRASIL.

PELAS TRADIÇÕES CHINESAS, O FILHO DO PRESIDENTE TEM UMA IMPORTANCIA MAIOR DO QUE  SE FOSSE OUTRO DEPUTADO

Declaração do porta-voz da Embaixada da China no Brasil sobre comentários difamatórios de um deputado federal brasileiro