Empresários que declararam apoio a Bolsonaro ganham protagonismo

Mudou o rei, mudaram os amigos do rei”, diz Meyer Nigri, dono da incorporadora Tecnisa, um dos expoentes do grupo.

“Nesses anos, em cada roda de amigos, tinha que defendê-lo mesmo, porque, no primeiro momento, tinha muita reação. Eu tinha de ficar explicando: tenho certeza, é um cara bacana, é honestíssimo”, conta Nigri.

Flávio Rocha, dono da varejista Riachuelo, aderiu ao grupo de apoiadores de Bolsonaro. Rocha chegou a se lançar candidato pelo PRB, mas recuou da empreitada. Amigo de Doria, tinha ressalvas em relação a Bolsonaro. Hoje, isso está superado: “Ele foi o candidato que melhor representou a voz anti-PT”, afirma.

O empresário Luciano Hang, dono da rede varejista Havan  é outro conhecido apoiador de Bolsonaro com vídeos e manifestações no Twitter e Facebook em favor do eleito presidente. Fonte: Estadão

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.