Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Escândalo Covaxin – Renan Calheiros diz que Bolsonaro sabia de tudo

O relator da CPI da Covid, senador Renan Calheiros (MDB-AL), afirmou, nesta terça-feira (29), que o presidente Jair Bolsonaro teve participação no processo de aquisição da vacina Covaxin pelo Ministério da Saúde.

“Bolsonaro não teve apenas conhecimento, como participou de todos os momentos”, disse, durante sessão da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid no Senado, nesta terça.

Renan Calheiros lembrou que  Bolsonaro  enviou carta ao governo da Índia no dia 8 de janeiro pedindo para comprar a vacina Covaxin, e recusou 170 milhões de doses da Pfizer, do Butantan e do consórcio Covax Facility, da OMS (Organização Mundial da Saúde). que possuíam valores menores, autorização da ANVISA e  não possuía intermediários;

No dia 25 de fevereiro, o acordo com a Covaxin foi fechado. No dia 10 de março, o presidente sancionou medida provisória na qual deputado Ricardo Barros (PP-PR), líder do governo na Câmara, incluiu emenda autorizando compra da Covaxin. Tudo de forma muito rápida em comparação as negociações das outras vacinas.

Comentários de Reinaldo Azevedo sobre a aparente calma de Bolsonaro: