Covid 19 - Estudo mostra que hidroxicloroquina não serve para casos leves e nem moderados

Covid 19 -  Estudo mostra que hidroxicloroquina  não serve para casos leves e nem moderados

Um estudo brasileiro coordenado pelos principais hospitais privados do País aponta que a hidroxicloroquina, associada ou não ao antibiótico azitromicina, não tem eficácia no tratamento de pacientes internados com quadros leves e moderados de covid-19.

Participaram do ensaio clínico 667 pacientes de 55 hospitais, sob a coordenação de nove instituições: Hospitais Albert Einstein, HCor, Sírio-Libanês, Moinhos de Vento, Oswaldo Cruz e Beneficência Portuguesa de São Paulo, além do Brazilian Clinical Research Institute (BCRI) e Rede Brasileira de Pesquisa em Terapia Intensiva (BRICNet).

A pesquisa,  foi publicada nesta quinta-feira, 23, na renomada revista científica internacional The New England Journal of Medicine, verificou ainda que, no grupo de pacientes que fez uso dos medicamentos, foram mais frequentes alterações nos exames de eletrocardiograma e de sangue que representam maior risco de arritmia cardíaca e lesões no fígado.

Fonte: Estadão

A PESQUISA NÃO FOI FEITA PARA CASOS GRAVES MAS NÃO É DIFÍCIL CONCLUIR QUE TAMBÉM NÃO SERVE. JÁ QUE 80% DOS CASOS GRAVES OCORRE ÓBITO. E SE NÃO CURA NOS CASOS LEVES E MODERADOS ( que seria mais fácil) não cura em casos graves.

CONCLUSÃO: A CLOROQUINA NÃO SERVE PARA COVID EM NENHUM TIPO DE CASO.