EUA bloqueiam US$ 500 milhões de vice-presidente chavista

Os EUA congelaram US$ 500 milhões em dinheiro e ativos atribuídos ao vice-presidente da Venezuela, Tareck El Aissami, e a Samark Lopez Bello, apontado como seu testa de ferro. O bloqueio reforça a pressão que Washington exerce sobre o governo de Nicolás Maduro na tentativa de forçá-lo a respeitar a oposição, convocar eleições e libertar presos políticos.

“Os recursos passaram a ser bloqueados em fevereiro, quando o Departamento do Tesouro designou El Aissami como narcotraficante internacional”, disse Michael Fitzpatrick, subsecretário assistente para o Hemisfério Ocidental do Departamento de Estado. Segundo ele, os ativos são fruto do tráfico de drogas e de corrupção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.