Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Fachin promete 100 observadores internacionais (até da UE) na eleição

 

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Edson Fachin, garantiu que mais de 100 observadores internacionais acompanharão as eleições de outubro – inclusive da União Europeia.
Bolsonaro pressionou o Itamarati para que observadores europeus não fossem convidados para fiscalizar nossa eleição

“Nossa meta é ter mais de 100 observadores internacionais durante o processo eleitoral no Brasil. Estamos convidando, de forma inédita, para atuarem como observadores de nossos pleito, todos os organismos e centros especializados internacionais relevantes”, pontuou.

Ele completou: “Somos uma vitrine, e cabe à sociedade brasileira levar aos nossos vizinhos uma mensagem de paz e segurança. Temos consciência cívica, nacional e transfronteiriça.”