Finalmente, Alexandre Garcia, foi demitido da CNN

O comentarista Alexandre Garcia foi demitido da CNN Brasil nesta sexta-feira, 24, após defender, no quadro Liberdade de Opinião, medicamentos ineficazes contra a covid-19.

Garcia afirmou que esses medicamentos “salvaram milhares de vidas”, ao passo que a emissora desmentiu sua fala logo em seguida, informando que não existe nenhum tipo de tratamento precoce cientificamente comprovado contra a covid-19 e que a opinião do comentarista não necessariamente reflete a da CNN.

O comentarista também havia defendido, durante sua exposição, a Prevent Senior, empresa investigada pela CPI da covid-19, acusada de adulterar registros de prontuários de pacientes, e de realizar testes com medicamentos ineficazes sem comunicar os participantes dos estudos.

Poucas horas após o ocorrido, a emissora divulgou um comunicado informando a demissão do comentarista. O quadro Liberdade de Opinião será mantido no jornal Novo Dia.

Ele foi desmentido AO VIVO pela comentarista Elisa Veeck

“Reitero sempre para vocês que nos acompanham que as opiniões emitidas pelos comentaristas do quadro não refletem necessariamente a posição da CNN. E mais um acréscimo aqui neste fim do quadro de hoje, a CNN ressalta que não existe um tratamento precoce comprovado cientificamente para prevenir a Covid-19. O que a ciência mostra é que a prevenção, com o uso de máscaras e a vacinação, são as únicas maneiras de combater a pandemia”, afirmou a apresentadora.

Garcia deixou de ser um jornalista sério para se transformar em um militante negacionista do Bolsonarismo.

Ele chegou a apagar mais de 3000 vídeos defendendo a cloroquina e a Ivermectina no seu canal do Youtube. Apagou para não ser punido, mas continua defendendo as teses de Bolsonaro.

 

Optimized with PageSpeed Ninja