Fortes suspeitas: Site Transparência ficou fora do ar para apagar informações

Autor de um pedido de investigação sobre as compras do Executivo – incluindo os R$ 15 milhões gastos em leite condensado – ao Tribunal de Contas da União (TCU), o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) censurou o “apagão” no Portal da Transparência. Ao Estadão, Vieira afirmou que a inacessibilidade do portal “aumenta suspeita” sobre os gastos e disse ter solicitado informações à Controladoria Geral da União (CGU) sobre a “queda” do site oficial.

“Solicitei informações sobre esse “apagão” [no Portal da Transparência]. Isso só aumenta a suspeita de problemas sérios nestes gastos”, afirmou o senado