Fraude nas eleições da Venezuela

O carnê criado pelo governo venezuelano para registrar os beneficiários de seus programas sociais – o qual seria usado para monitorar o voto na Assembleia Constituinte – não funcionou quando o presidente Nicolás Maduro tentou utilizá-lo, o que o deixou em uma saia-justa.

“Vamos fazer a verificação do meu Carnê da Pátria para que fique registrado que eu vim votar. Que meu Carnê fique marcado para toda vida que votei no dia histórico da Constituinte”, anunciou o presidente no domingo 30.
“Leu?”, perguntou Maduro à mulher que escaneava os documentos com um celular. Ela respondeu que sim, mas na tela do aparelho apareceu, em seguida, uma mensagem que a desmentia: “A pessoa não existe ou o carnê foi anulado”. A imagem foi captada por uma câmera de televisão do governo e viralizou nas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.