Jorge Roriz – Jornalismo de Excelência

Fraudes na Farmácia popular- Saiba como saber se seu CPF foi usado

Fraudes no programa Farmácia popular desvia bilhões de reais

O Programa Fantástico da Rede Globo, denunciou neste domingo (15/05),  um esquema de fraudes que gerou prejuízos bilionários ao programa Farmácia Popular, O programa distribui medicamentos gratuitos ou descontos que variam até 90% no preço da compra de medicamentos para pessoas com doenças crônicas.

Para aplicar os golpes, fraudadores compravam cnpj de farmácias já aprovadas no programa mas que só existiam no papel, e simulavam a venda de medicamentos para quem nunca precisou. Como o governo paga até 90% do valor do medicamento, esse dinheiro era desviado. Em alguns casos, as farmácias eram vendidas com todos medicamentos inclusos. Em outros, só o CNPJ habilitado no programa do governo era negociado.
Através do aplicativo Conecte SUS, o mesmo que é usado para se obter o certificado de vacinação, o cidadão pode verificar no setor medicamentos se tem algum pedido ou compra subsidiáda  de medicamenro em seu nome que ele não fez.
Só em Goiás, há suspeitas de que ocorreram desvios de R$ 1,8 bilhão.

Durante dois meses, o repórter Giovani Grizotti acompanhou processos judiciais e descobriu as principais artimanhas dos golpistas atualmente: a compra e a venda das chamadas farmácias populares.

O Ministério da Saúde diz que a orientação para quem descobriu que teve o nome usado em retiradas irregulares de remédio é ligar para a ouvidoria do SUS, através do número 136 e fazer a denúncia.

Quanto à existência de farmácias fantasmas e à demora na realização de fiscalizações, o diretor do Denasus reconheceu os problemas e prometeu mudanças.

Relatório de auditoria da CGU obtido com exclusividade obtido com exclusividade pelo Fantástico aponta possíveis desvios de R$ 2,6 bilhões em todo Brasil, entre 2015 e 2020

Jorge Roriz